O Bode Bom

Me referi nesta semana a um tipo de bode negativo. Um bode decorrente de más surpresas, de eventos inesperados e negativos no dia a dia caseiro. Existe ainda no conjunto de acepções coloquiais do nome do pobre caprino uma que é positiva (pelo menos de vez em quando): o bode deliberado.

Explico: vimos eu e marido de uma sequência de fins de semanas com viagens, casamentos, festas de bodinhos desagradáveis. Assim hoje, aproveitamos, de uma forma não previamente combinada, para passar o dia em casa, de pijamas, deitados vendo uma sequência de filmes de qualidades variadas na tevê.

Como disse um certo amigo meu, talvez não seja uma prática muito condizente com o dia do trabalho – mas foi extremamente revigorante no dia de hoje.

Anúncios

12 comentários sobre “O Bode Bom

  1. Gostei desta história de bode bom e bode mau. Acho que renderia um belo texto. A antítese e sua contraparte convivendo em paz. Que belezura!

  2. Amiga, eu tenho um bode de pelúcia lindo. Quando cheguei em casa com ele, minha mãe achou horrível. Ele tem braços loooongos, que abraçam e dois chifres listrados. hauhauahua Eu adorei. Um bicho pouco previsível, entre ursinhos já tão batidos. E no Brasil nem temos ursos… Só que eu dei um nome à ele bem comum – Zé. Na época que o comprei, era solteira e, hoje sou casada com José Eduardo, mais conhecido como Zé. acabou fazendo coro com minha mãe… hehe Depois te mando uma foto por e-mail. Bjs

      1. eu tmb quero um bode de pelúcia, se alguém conseguir é só mandar onde comprou pro meu e-mail

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s