Espionagem industrial, ou, risos com canela

Marcar um encontro às escuras, ainda que com meninas, e meninas com quem a gente já fala há tempos por e-mail não é exatamente um programa comum na minha vida – para não dizer que foi a primeira vez. Portanto, não sabia bem o que esperar. A Laila sempre foi uma fofa para trocar e-mails, não podia ser muito diferente pessoalmente, mas vamos ver…

No meio do caminho, fico sabendo que a Laurinha, outra pessoinha linda com quem eu me identifiquei nesta blogosfera de meu Deus ia estar com a gente. Muito bacana, mas mais uma incógnita…

O resultado não poderia ser melhor. Foi uma noite agradabilíssima, de muitas risadas, conversa fácil e gostosa. Que me perdoem o cliché, mas parecia que éramos antigas amigas se revendo.

Tudo isso acompanhado da minha sobremesa preferida, já declarada aqui, o Cinnamon Oblivion, do Outback, e o prazer de ver duas gourmets de verdade tentando decifrar os sabores e a composição do prato. Meninas, eu não posso esconder a admiração de ter conhecido duas gourmets de verdade. Duas artistas da cozinha, como eu jamais tive a oportunidade. Ver vocês em processo de degustação foi poesia pura!

E, para finalizar com chave de ouro a noite, a promessa de um outro programa de meninas bem bacana em um futuro próximo. E só com 50 reais no bolso Laurinha!!!

Um beijo superespecial para as minhas ainda mais amigas Lailinha e Laurinha! E obrigada pelas risadas!

Anúncios

2 comentários sobre “Espionagem industrial, ou, risos com canela

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s