Do tempo do onça!

Deu um trabalhão salvar aquelas imagens, converter em jpeg e fazer upload aqui, mas parece que valeu a pena, e divertiu muita gente. Por isso, hoje eu tenho 2 propostas flashback. Mas antes, eu queria agradecer a dica da Laila, que será muito bem utilizada, e a inspiração da Cris para uma dessas propostas.

Eu me diverti muito com a observação dela de que os filhos dela não entendem a expressão “cair a ficha”, e comecei a pensar e discutir com amigos sobre expressões que caíram em desuso pela obsolescência dos objetos em questão.

Queria agradecer a lista divertidíssima de expressões antigas do amigo Odilon, mas a minha proposta é mais específica. São expressões que morreram com objetos antigos como “cair a ficha”. Consegui, com a ajuda do outro Gui (o Gui do trabalho), levantar mais 3:

– Discar para alguém

– Queimar o filme

– Ficar mal na fita

Queria a ajuda dos amigos para expandir a coleção de expressões neste sentido. Alguém sugere algo?

E, até lá, para animar a sessão back in time, mais duas imagenzinhas divertidas do e-mail de ontem:

Isso era muito, mas muito, mas muito ruim!!! Doce até não mais poder:

grapette.jpg

 E estas são da minha adolescência – era super “muderno”!

lapiseira.jpg

Estou aguardando contribuições para a minha coleção de expressões pessoal!

Anúncios

9 comentários sobre “Do tempo do onça!

  1. Definitivamente as relações vão ser rompidas. A gota d’água. Imagina publicar a foto de um ícone como a Grapette em um post com título de Do tempo do onça. E ainda por cima insinuar que era ruim. Vou deixar aqui todos os cumprimentos até a Páscoa, quando, dependendo do estado de espírito voltamos a conversar. Pelas barbas do profeta! Eu não sou um Brucutu e nem estou tendo um siricutico.

  2. ah chris nao me lembro de mais nbenhuma…mas caso eu me recored te conto..engraçlado q etsvamos falando ainda esses dias sobre esse tipo de expressão! bjos

  3. Maior legal hein? Eu me lembro que quando criança meus irmãos falavam muito “mora”, maior legal, mora? coisas assim. E gravar em disquete (aquele flexível amiga)… parece coisa do outro mundo para quem nasceu na década de 90 e hoje usa computador… Máquina de datilografia então….. estou me divertindo com seus posts. Bjs!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s