O meio científico sul-americano está em evidência

Matéria da Folha online de hoje relata um maciço crescimento da participação dos países da América do Sul entre os agraciados do prêmio IgNobel.

Para quem não teve ainda o prazer de conhecer, o IgNobel premia anualmente as descobertas científicas mais bizarras. O prêmio foi criado pela revista de humor científico Annals of Improbable Research, e os prêmios são entregues em Harvard.

Pois bem, segundo a Folha, pela primeira vez nos 17 anos de história do prêmio, é a segunda vez em que houveram sul-americanos premiados, quais sejam:

– um grupo de argentinos da Universidade de Quilmes mostrou que o Viagra é capaz de reverter os efeitos do “jet lag” (o mal-estar causado por viagens para fusos horários diferentes) em hamsters;

– o chileno Enrique Cerda ganhou o laurel em Física por explicar por que os lençóis ficam enrugados;

 

– o colombiano Juan Manuel Toro, o de Lingüística, ao demonstrar que ratos não conseguem diferenciar sempre o holandês do japonês quando falados numa gravação tocada de trás para a frente.

 

Infelizmente, nenhum brasileiro, para nos deixar orgulhosos. Mas merece menção especial, o “créme de la créme”: o prêmio da Paz também foi para o Laboratório Wright, da Força Aérea dos EUA, que nos anos 1990 iniciou o desenvolvimento de um programa de armas químicas que incluía bombardear soldados inimigos com substâncias para atrair insetos ou com “substâncias que alteram o comportamento humano”. “Um exemplo de mau gosto [sic] mas completamente não-letal seriam afrodisíacos fortes, especialmente se a substância também causasse comportamento homossexual”, afirma um documento do programa que foi tornado público.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s